Maquiagem para olheiras

por | abr 16, 2020 | Beleza | 1 Comentário

Meu primeiro post sobre saúde e bem-estar será sobre OLHEIRAS! Na verdade eu já fiz esse post no meu Instagram, mas resolvi compartilhar por aqui também, já que ele ficou perdido em uma das fotos passadas!
Na ocasião, fiz 3 posts, com 3 fotos diferentes, um com as dicas de como corrigí-las com truques de maquiagem, outro definindo os tipos de olheiras e o último como tratar os diferentes tipos!
Vamos relembrar?!

Quando utilizamos a maquiagem para disfarçar as olheiras, do que lembramos? Corretivos e afins, certo?
Somos todas lindas, mas uma pele uniforme valoriza demais, não é?
Então, vamos às dicas! ?

– corretivos nas cores alaranjadas escondem bem as olheiras azul-arroxeadas na pele mais escura; na cor rosada, cobrem melhor as verde-acinzentadas em peles mais claras; os amarelos, cobrem as manchas amarronzadas e os hematomas : aplicados com leves batidinhas ao redor dos olhos com o próprio dedo;
– ou seja, usar somente corretivos mais claros muitas vezes não funciona;
– use, por cima, uma base para uniformizar e igualar a cor da pele como um todo;
– evite o pó compacto quando há excesso de pele, pois pode marcar mais os sinais e tirar o brilho;
– cuidado com o lápis preto, que pode deixar o olhar mais pesado;
– evite tons frios de sombra, pois ressaltam as olheiras.

Vamos falar um pouco sobre os diferentes tipos de olheiras? Pois é, amigas, essas inimigas se apresentam de várias formas…Vamos lá!?
– existem aquelas que aparecem apenas quando estamos cansadas ou enfrentando um quadro alérgico. Elas ocorrem por diminuição da circulação e edema! Não preciso nem falar, né? Descansem!!! Façam uma drenagem facial, rsrs! Tuuudo de bom!!?
– existem as pigmentares, que ocorrem por depósito de melanina. Normalmente, têm um componente genético ou racial. São amarronzadas;
– existem as vasculares: acontecem por aumento de vasos ou depósito de hemossiderina (um pigmento derivado da degradação da hemoglobina). Essas são avermelhadas, azuladas e arroxeadas;
– as olheiras estruturais podem ser resultantes de falta de tecido, de uma pele fina, da presença de uma goteira lacrimal (espécie de sulco deixando um olho profundo) ou de bolsas;
-e, finalmente, as mistas, que ocorrem pela combinação de 2 ou mais fatores citados, o que certamente irá dificultar o sucesso terapêutico.
Procure sempre um médico capacitado para te orientar e classificar o seu tipo de olheira!

Agora vamos às possibilidades de tratamento?
Na foto, está claro um dos que mais indico: preenchimento! Amo!
Procure sempre um médico da sua confiança para que avalie seu tipo de olheira e o tratamento individualizado!
Para a olheira pigmentar: as melhores opções são peelings químicos e lasers. 
Olheiras vasculares: luz pulsada, cremes específicos (tenho fórmulas ótimas).
Olheiras estruturais: aí entram as opções de tratamento cirúrgico (blefaroplastia)-que são mais invasivos , mas também temos os preenchimentos com ácido hialurônico (meu preferido!!! e minimamente invasivo) , e tratamentos coadjuvantes para melhora da flacidez, com peelings, lasers e carboxiterapia.?
Os dermocosméticos podem ter a função de renovação celular, clareamento e hidratação; os peelings também são prescritos para renovação e clareamento (cuidado com olheiras vasculares e peelings de ácido retinóico).
Quando se trata de laser, cada tipo de laser será específico para o tipo determinado de olheira.

1 Comentário

  1. Selma Oliveira

    Adorei! Obrigada
    Parabéns pelo Blog ⚘

    Responder

Deixe uma resposta para Selma Oliveira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos Posts

Teste da orelhinha

Teste da orelhinha

Vocês já ouviram falar mais sobre o “teste da orelhinha”? A maioria das mamães, sim, não é mesmo? Também denominado “triagem auditiva neonatal” (TAN), ele permite a identificação de recém-nascidos com perda auditiva e tem como objetivo a detecção precoce (nos...

ler mais
Sangramento nasal (epistaxe)

Sangramento nasal (epistaxe)

Nesta semana, conversaremos sobre um assunto tão temido pelas mamães: a epistaxe (ou sangramento nasal). Dentre muitas informações com equivalente relevância, vou fazer o post mais voltado para as crianças, para não ficar tão extenso e pela incidência ser mais alta...

ler mais
Animais de estimação e rinite

Animais de estimação e rinite

Com a chegada da Mimi em casa, resolvi postar um texto que escrevi sobre esse tema!Os animais de estimação são ótimos companheiros e transmitem muito carinho para seus donos, porém, infelizmente, podem exacerbar quadros alérgicos em quem é predisposto.Sabemos que a...

ler mais
Organização de medicamentos em porta-comprimidos

Organização de medicamentos em porta-comprimidos

Muito interessante para quem toma vários medicamentos diariamente, sejam eles controlados ou mesmo suplementos e vitaminas, como no meu caso.As vantagens de se organizar em porta-comprimidos são: - não esquecer de tomar na hora certa (você nunca ficará em dúvida se...

ler mais
A importância da lavagem nasal com solução fisiológica

A importância da lavagem nasal com solução fisiológica

As funções principais do nariz, além de respirar e sentir cheiro, são aquecer, umidificar e filtrar o ar.O nosso nariz é considerado a primeira barreira imunológica nas infecções das vias aéreas.O que acontece é que, com o ar seco, a secreção nasal acaba ficando mais...

ler mais
Pantacourt para mulheres petites

Pantacourt para mulheres petites

Quem me acompanha no instagram (@bymarirossi), já percebeu que demorei, mas me rendi à moda das pantacourts! Seja como calça ou macacão, esse modelo e comprimento me conquistaram. O conceito dela nada mais é do que uma pantalona curta, ou seja, barra ampla, mas com...

ler mais

sobre mim

MARI ROSSI

Uma médica blogueira apaixonada pelo que faz que não quer passar a vida em branco!
Venha me conhecer mais!

Últimas do Instagram

Conheça meu canal no YouTube

Conheça o canal das minhas filhas no YouTube

Receba Novidades

Pin It on Pinterest